#96 Anna Westerlund

25 agosto, 2017


Anna trabalhou 10 anos como modelo e frequentou o curso de Publicidade até perceber que a sua verdadeira paixão era a cerâmica. Já teve as suas peças no MOMA em Nova Iorque, representou Portugal na Bienal Internacional de Cerâmica na Dinamarca e foi escolhida para participar na exposição 'Portugal Convida' em Barcelona. 

Se este fosse o teu perfil de uma rede social o que escreverias na área 'Sobre ti’?
Ceramista, mãe de 4 que adora colecionar momentos felizes

Sempre tiveste em ti um lado criativo e gosto pelas artes manuais que acabaram por se manifestar em peças de design minimalista. É a tua costela nórdica a dar sinal? 
Acho que as minhas peças refletem a minha dualidade, são mais depuradas à sueca mas com um toque de cor à portuguesa

Na Suécia és portuguesa, em Portugal és Sueca. É fácil lidar com esta dualidade?
Sem dúvida que me torna uma pessoa mais rica, mas pode acontecer que por vezes me sinta meio descontextualizada mais na forma de pensar que acaba por ser diferente. 

Ter o estúdio em casa traz o perigo de nunca parar de trabalhar? 
Trás e por isso é que vou deixar de ter, comecei a sentir necessidade de separar as duas coisas.

Como consegues gerir um projeto profissional com quatro "criações" por perto?
Como todas as mães que trabalham, com amor, criatividade e muito cansaço à mistura

Com a globalização as pessoas estão saturadas de comprarem igual em todo o lado. Sentes isso?
Acho que sim, estamos a querer voltar mais às nossas raízes e na verdade objetos únicos fazem-nos sentir especiais.

Podem encontrá-la aqui: 
100 days of women © 2017