#59 Joana Campos Silva

19 julho, 2017


Joana sentiu desde cedo uma forte vocação para as áreas criativas. Fundou a The CFM Brand Activation (consultoria de marketing e comunicação, com enfoque na área da moda, cultura e lifestyle), a plataforma Porto Fashion Makers que conecta a cidade, cultura e moda do Porto e norte de Portugal e co-fundou a marca de ilustração e design The Red Wolf. 

Se este fosse o teu perfil de uma qualquer rede social o que escreverias na área 'Sobre ti'?
Altamente sonhadora, curiosa e super entusiasta.

O Porto é fashion? 
Super! Há 5 / 6 anos para cá que o Porto tornou-se uma cidade super especial. Ao ponto de que quando viajo só penso: 'oh, já existe no Porto'. Acho que estamos mesmo num bom caminho, ao nível das maiores capitais do mundo. Com menos dimensão, menos dinheiro, mas com mais conteúdo. Mas por favor não matem os negócios tradicionais. 

Gerir uma agência a norte já foi mais difícil? 
Não gosto de pensar que tenho uma agência. Para mim, uma agência é algo 'impessoal' e a forma como trabalhamos com os nossos clientes é super pessoal. Sorrimos e choramos com eles. 

Na Red Wolf a figura feminina está em destaque. É um projeto inspirado em mulheres ou tem algo de auto retrato? 
A The Red Wolf começou por um super interesse do meu namorado (Filipe Duarte) de voltar a desenhar. E então comecei-lhe a mostrar imensos blogs e projectos de moda e acabei por o influenciar. Agora já é ele que propõe os 'temas'. Na verdade o Filipe nunca me desenhou, mas os amigos e até os clientes acham que eu estou representada. Referem muito que o 'estilo' ou a 'roupa' é igual à minha. Como é um projeto feito a 2, é normal que influencie, embora seja um processo livre, em que o Filipe desenha e eu escolho as cores. Talvez seja isso, que leva as pessoas a acharem que sou eu. (mas não sou, JURO!)

És uma pessoa de modas? 
Hmm.. bem, essa pergunta levantaria inúmeras questões. Mas afinal o que é a moda? :) 
Sou naturalmente curiosa e ando sempre à procura de novidades, por isso adoro pensar que consigo 'antecipar' as modas. E quando se torna 'moda', já perdi o interesse. 

Poderemos ter num futuro próximo um Barcelona/Berlim/Paris Fashion Makers? 
Adoraria, não é um sonho esquecido. Mas, o projeto 'porto' tem de se estabelecer. Eu sei, já passou quase 3 anos, mas continuo achar que o projeto precisa de se re-definir, estou a descobrir novas formas de atuar, o mercado está apontar novos caminhos e adoraria ter uma ideia sustentada, para ganhar vida e voz em outras cidades.

Podem encontrá-la aqui: 
100 days of women © 2017